Vacina da Febre Amarela: quais países exigem, como tomar e emitir o certificado internacional

Além passaporte válido e do visto, uma outra preocupação burocrática que temos na hora de viajar é a vacina contra a febre amarela. A verdade é que essa é uma questão de saúde, mas o problema vem na parte da burocracia mesmo porque tem várias regrinhas a serem seguidas.

Sobre a Febre Amarela e a vacina

A primeira coisa que você precisa entender é que a febre amarela é transmitida por mosquitos e por isso países tropicais onde há incidência desses insetos a vacina contra febre amarela se torna essencial, seja por exigência do país destino ou apenas por precaução.

É importante também saber que o Brasil está na zona de risco e tivemos alguns surtos da doença em 2017 e 2018, por isso vale se vacinar mesmo que você não esteja planejando uma viagem ao exterior.

Quais países exigem a vacina de febre amarela?

Caso esteja planejando uma viagem internacional você precisa conferir, assim que comprar sua passagem, se o seu destino ou se os locais onde você vai fazer escala (aqui está uma das pegadinhas sobre a vacina) exigem prova de vacinação. Você pode consultar a lista atualizada nesse link aqui da ANVISA. Basta clicar na aba “Exigências de Viagem“, selecionar o país e a informação atualizada está ali.

Mosquito picando pessoa

Sobre conexão em países que exigem a vacina: Na maioria dos lugares a vacina não é exigida caso seja apenas uma conexão, mas já ouvi relatos de pessoas que tiveram voo cancelado e não puderam sair do aeroporto para pernoitar no hotel pago pela companhia aérea por falta do CIVP (esses casos foram no Panamá, mas fica o alerta).

Quando tomar a vacina de febre amarela?

AGORA MESMO!

Falando sério, é bom saber que a vacina deve ser tomada no mínimo 10 dias antes do seu embarque ou ela não tem validade, por isso eu sugiro que ela seja tomada já, tenha você viagem marcada ou não.

Seguros Promo

Como e onde tomar a vacina?

Antes de mais nada entre em contato com o posto de saúde do seu bairro mesmo para se informar onde a vacina é disponibilizada. (Sim, ela está disponível no SUS e até complicadinho de encontrá-la na rede particular fora de períodos de campanha.)

Sabendo onde tomar, você precisa entrar em contato com esse setor, caso não seja no posto de saúde mesmo, para verificar horário, disponibilidade e se é preciso agendamento. Isso varia em cada cidade, pois é responsabilidade do município.

Lembre de explicar ao profissional de saúde que fizer a aplicação que a finalidade é a emissão do certificado internacional para que ele preencha o cartão de vacinação com todas as informações exigidas pela ANVISA (isso inclui fabricante, lote e outros dados).

Ah, somente a vacina em dose única é aceita (mais uma pegadinha).

Hora de emitir o certificado internacional

Está é a outra pegadinha: não basta tomar a vacina, você precisa agora emitir o certificado internacional de vacinação e profilaxia (CIVP).

É esse o documento que será apresentado no embarque e na imigração e que contém todas as informações traduzidas.

O CIVP pode ser feito em agências da ANVISA e o processo é bem explicadinho no site.

Primeiro você se cadastra no site e verifica se precisa agendar horário de atendimento ou não (mais uma vez varia conforme o local), se dirige à unidade selecionada levando a carteira de vacinação e um documento de identificação pessoal. O certificado é emitido na hora.

Após emitir o CIVP, guarde o documento junto ao seu passaporte para ter sempre junto caso necessário.

Certificado Internacional de Vacinação

Uma dica para evitar perder o documento é grampeá-lo na última página do passaporte (esse é o único lugar que não trará problemas).

Mas caso perca o certificado, não se preocupe, vá até o centro de atendimento da ANVISA mais próximo e peça uma segunda via.

Como o sistema é integrado e todo informatizado, você deve resolver o problema rapidinho.

Após emitir o CIVP, guarde o documento junto ao seu passaporte para ter sempre junto caso necessário.

Uma dica para evitar perder o documento é grampeá-lo na última página do passaporte (esse é o único lugar que não trará problemas).

Mas caso perca o certificado, não se preocupe, vá até o centro de atendimento da ANVISA mais próximo e peça uma segunda via. Como o sistema é integrado e todo informatizado, você deve resolver o problema rapidinho.

Acompanhe nas redes sociais
Nuvem de tags

Leave A Comment

Vai viajar?

Reservando através dos nossos links, assim nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Dessa forma, você tem os melhores serviços, preços e condições especiais, além de ajudar a gente a seguir viagem.
  • Não viaje sem seguro! Faça sua cotação com a Seguros Promo e contrate o melhor seguro com o menor preço. Ganhe desconto adicional de 5% com o cupom FABIVALLE5

  • Reserve seu hotel com os melhores preços e vantagens através do Booking.com
  • Prefere casa ou apartamento? Ganhe até R$179 de desconto em sua primeira reserva no Airbnb
  • Compre ingressos e passeios com o GetYourGuide. Assim, você evita filas e garante os melhores preços.

  • Aluguel de carro em qualquer lugar do mundo, em até 10x no cartão e, além disso, sem IOF. Compare ofertas das melhores locadoras através do buscador RentCars.

  • Compre seu chip de celular no Brasil e Viaje Conectado.