Nova York - carro

Depois que compramos passagens promocionais para NY comecei a pensar no nosso roteiro e comentei com uma amiga que tinha acabado de voltar de lá. Ela me contou que estenderam a viagem indo de carro de Nova York para Washington e Atlantic City, passando pela Filadélfia.

Comentei com o Léo e ele gostou da ideia, já que queria conhecer os museus do Smithsonian e alguns outros lugares da capital dos Estados Unidos.

Juntando isso com o fato de chegarmos de madrugada no aeroporto e a hospedagem em NY ser tão cara na época que estaríamos lá (pois era alta temporada), seguir para DC e ficar 2 dias lá seria o roteiro ideal. Então alugamos um carro para viajar entre Nova York e Washington.

Nova York - carro

Pegando o carro na locadora

Chegamos no aeroporto quase 1h da manhã e fomos para a fila da imigração, mas ficamos por lá cerca de 3 horas (uma pane no sistema atrasou muito e gerou uma fila gigantesca), pegamos as malas e seguimos para a área das locadoras de carro.

É muito simples encontrar essa área porque tudo é muito bem sinalizado, então é só prestar atenção nas placas que indicam “Rental Cars”. Todas as locadoras estão concentradas por ali.

Nova York - carro

Preciso contar que errei feio em não reservar com antecedência, os preços estavam absurdos na hora, então tivemos que reservar online (o aeroporto tem internet disponível) e esperar até 6h30 para retirar o carro. Depois dessa, nunca mais deixei de reservar com antecedência.

Quando finalmente pegamos o carro na Dollar e tivemos que fazer um upgrade porque não haviam veículos da categoria que escolhemos (não cobraram a diferença da locação, mas as taxas e despesa com combustível subiram).

Se quiser garantir o melhor preço e ainda ajudar a gente, pode fazer a reserva aqui:

Na estrada

Optamos por pagar à locadora a devolução com tanque vazio porque entregamos o carro em Manhattan e são raros os postos de combustível por lá. Também porque conferimos o valor do litro da gasolina e estava bem parecido na Dollar e nas bombas.

Ainda, contratamos um passe de pedágio, o SunPass, como o Sem Parar que temos no brasil, para pegarmos a estrada tranquilos, por cerca de $16 por dia de locação. Isso porque tem muito pedágio na maioria das estradas americanas e seria mais barato pagar o passe.

Como não tínhamos internet no celular, usamos o Google Maps offline (eu já tinha feito o download dos mapas) para orientar nossa viagem e foi muito tranquilo. Além disso, as ruas são muito bem sinalizadas e o trânsito fácil de entender, sem grandes segredos.

Nova York - carro

Na estrada nos deparamos com diversas paradas que pareciam pequenos shoppings com praça de alimentação, loja de conveniência, loja de lembrancinhas, banheiros e outras facilidades que o viajante pode precisar.

Paramos 2 vezes na ida e 1 vez na volta para comer e usar o banheiro, então pudemos perceber que os preços são um pouco elevados, mas não tão inflacionados quanto nas lojas de conveniência do Brasil.

Estacionamento e parquímetros

Rodamos por pouco mais de 2 horas até a Filadélfia. Chegando lá nossa dificuldade foi encontrar estacionamento e entender a logística dos parquímetros.

Estacionamento gratuito somente em lugares mais afastados das regiões turísticas.

Em geral, as ruas contam com parquímetro. Cada um tem suas regras próprias em relação à horários, forma de pagamento e abrange um grupo específico de vagas, precisamos descer e conferir no próprio parquímetro ou placa próxima.

É essencial prestar atenção às regras do parquímetro, caso contrário o resultado pode ser uma multa bem alta.

Nova York - carro

Congestionamento

Na hora de voltar de Washington para NY tivemos o único imprevisto que nos atrasou um pouco, pois um acidente na estrada bloqueou o trânsito. Isso causou um congestionamento enorme, principalmente por ser um trecho de 4 pistas e com bifurcação.

Nós, já acostumados com congestionamento no Brasil, tínhamos até nos conformado em perder horas ali quando vimos a quantidade de carros de polícia e caminhões de bombeiro indo em direção ao acidente.

Aí é que nos enganamos, cerca de 10 minutos após o socorro chegar no local a estrada foi liberada e o movimento voltou a fluir. Ah, meu Brasil…

Devolvendo o carro em Manhattan

Chegando em NY vivemos nossa última e maior aventura com o carro: devolver o carro em Manhattan. É só um caso de viagem, mas quero compartilhar com vocês!

Havíamos conversado no balcão da Dóllar e o nosso aluguel que deveria encerrar às 18h foi estendido sem custos até às 24h pelo atendente simpático que falou com a gente no aeroporto de Washington (fomos até lá só pra isso).

Nós só não lembramos de perguntar o horário de fechamento das garagens da locadora em Manhattan.

Nova York - carro

Chegando na ilha descobrimos que a loja mais próxima do hotel fechava as 22 horas, já era 21h40 e ainda estávamos a 10 min de lá, mas precisávamos deixar as malas no hotel.

Seguimos o Google Maps, só não esperávamos que dirigir em Manhattan era tão complicado e que o GPS se perderia tanto por causa dos prédios. Perdemos a rua, demos uma volta enorme e chegamos ao hotel faltando 5 min para fechar a loja.

Desci com as malas e o Léo seguiu para devolver o carro. Mais uma vez o GPS se perdeu, ele precisou pedir informação na rua, mas chegou às 22h em ponto na garagem.

Resolvido? Não

A pessoa responsável já tinha ido embora e só havia uma atendente de outra locadora, que permitiu que ele deixasse o carro na garagem e disse que avisaria na Dollar, mas não tinha mais o que fazer.

Ele deixou o carro lá mesmo assim, afinal não teríamos nem onde estacionar perto do hotel, torcendo para não nos cobrarem mais uma diária.

Na manhã seguinte passamos lá para ver se deu tudo certo e por sorte conseguimos falar com a responsável para nos tranquilizar, ela imprimiu o detalhamento das cobranças, com a baixa na data correta.

Por fim, deu tudo certo e achamos a experiência boa e muito tranquila mesmo com alguns pequenos perrengues (por falta de organização nossa, fica a lição).

Acompanhe nas redes sociais
Nuvem de tags

2 Comments

  1. […] já contei aqui que passamos 2 dias em Washington DC, após uma viagem de carro vindo de NY e uma parada de algumas horas na […]

  2. […] já contei aqui, nossa ida foi uma esticada de NY, e geralmente é assim mesmo, acho difícil o turista que vai […]

Leave A Comment

Vai viajar?

Reservando através dos nossos links, assim nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Dessa forma, você tem os melhores serviços, preços e condições especiais, além de ajudar a gente a seguir viagem.
  • Não viaje sem seguro! Faça sua cotação com a Seguros Promo e contrate o melhor seguro com o menor preço. Ganhe desconto adicional de 5% com o cupom FABIVALLE5

  • Reserve seu hotel com os melhores preços e vantagens através do Booking.com
  • Prefere casa ou apartamento? Ganhe até R$179 de desconto em sua primeira reserva no Airbnb
  • Compre ingressos e passeios com o GetYourGuide. Assim, você evita filas e garante os melhores preços.

  • Aluguel de carro em qualquer lugar do mundo, em até 10x no cartão e, além disso, sem IOF. Compare ofertas das melhores locadoras através do buscador RentCars.

  • Compre seu chip de celular no Brasil e Viaje Conectado.